Páginas

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Li // O Estranho Caso do Dr. Jekyll e de Mr. Hyde de Robert Louis Stevenson

Olá a todos!
Espero que se encontrem bem!

Hoje venho falar-vos de mais um clássico de terror: O Estranho Caso do Dr. Jekyll e de Mr. Hyde, escrito por Robert Louis Stevenson.

Conheci esta história algures pelo meu 9º ano, quando tive que ler uma versão resumida da mesma para a aula de Inglês. Lembro de, na altura, não a ter achado nada de especial, embora o conceito de dualidade do personagem me tivesse acompanhado por muito tempo.
Por essa razão, resolvi reler a história, desta vez na sua versão completa.

 Contém Spoilers! 

Este clássico, lançado em 1886, aborda a questão do bem e do mal, numa época em que, na sociedade inglesa, ainda se debatia o caso real de um respeitado marceneiro que, de dia levava uma vida digna, cumprindo as suas responsabilidades enquanto, durante a noite roubava as casas dos moradores da cidade.

Esta dicotomia entre o bem e o mal desde cedo intrigou Stevenson, sendo este o mote que inspirou o autor. Esta obra foi, na sua época, um sucesso imediato e uma das obras mais vendidas de Stevenson, sendo considerado um excelente livro de horror e suspense.

Adaptações teatrais da obra começaram a ser encenadas em Londres um ano após seu lançamento e, até aos dias de hoje, o livro tem inspirado a realização de diversos filmes, peças e mesmo animações.

Sobre a Narrativa

A narrativa tem início com Sr. Utterson – o advogado de Dr. Jekyll – caminhando pelas ruas silenciosas de Londres, acompanhado do seu parente afastado e grande amigo, Sr. Richard Enfield.
Nesta caminhada, os amigos passam por uma porta… Uma porta sem aldraba nem sineta, rachada e com manchas de bolor. Nesse momento, Sr. Utterson recorda estranhos acontecimentos envolvendo essa mesma porta, narrando-os ao amigo.

Utterson conta então que presenciou o momento em que Mr. Hyde, um homem, de aparência detestável, andando em passo estugado, atropelou uma criança que vinha em sentido contrário, seguindo depois o seu caminho enquanto a criança ficou aos prantos na calçada.
Após perseguido e trazido ao local do acidente – onde já se tinha reunido um pequeno grupo de pessoas – o monstruoso homem, para evitar um escândalo, afirma que estaria disposto a pagar pelos prejuízos causados à família da menina.
Para garantir que o pagamento seria feito, Sr. Utterson acompanhou o estranho individuo, tendo-se este dirigido até à porta anteriormente referida. É então que Sr. Utterson fica estarrecido ao receber um cheque com fundos, assinado por Dr. Jekyll – um respeitado e admirado médico que é muito seu amigo.

O advogado fica desconfiado e confuso a propósito do último acontecimento, o que se agrava quando recebe uma notificação de Dr. Jekyll favorecendo, no seu testamento, ninguém menos que Dr. Hyde.

Neste ponto, Utterson começa a suspeitar que o seu amigo possa estar a ser vítima de chantagem por parte do abominável Mr. Hyde, uma vez que não consegue perceber de que outra forma se possam estar a relacionar estes dois homens tão diferentes.

Se por um lado Dr. Jekyll é um filantropo respeitadoe exemplo de conduta por outro, Mr. Hyde é descrito como grotesco, desagradável e de voz medonha.

Aos poucos, começa-se a perceber que o Dr. Jekyll está a comportar-se de forma cada vez mais estranha, começando a preocupar os seus empregados e amigos. Fica cada vez mais isolado no seu laboratório, recebendo frequentemente a visita do intrigante e violento Mr. Hyde.

O Sr. Utterson procura então conversar com o Dr. Jekyll sobre a decisão de deixar a sua herança para um ser tão vil, sendo-lhe respondido que a decisão está tomada, que é necessária, e que nada se tem a recear em relação a Mr. Hyde. Dr. Jekyll pede-lhe ainda que não se volte a falar desse assunto.
Desta forma, Sr.Utterson resolve não mais se intrometer.

Passado um ano, algo terrível acontece quando Sir Danvers Carew – influente cidadão londrino e cliente de Sr.Utterson – é brutalmente assassinado, com socos, pontapés e golpes de bengala, sob o olhar atento de uma jovem, que observava do alto de uma janela.
Após a descrição do crime pela testemunha, Mr. Hyde torna-se o principal suspeito, passando a ser perseguido pela polícia local.

Neste ponto, e preocupado com o que possa acontecer, Mr. Utterson, dirige-se a casa de Dr. Jekyll, para o avisar do perigo que representa Mr. Hyde. Contudo, o médico assegura-lhe que há algum tempo que não vê Mr. Hyde e que este já lhe havia deixado uma carta de despedida.

O tempo vai passando e, apesar da pequena fortuna oferecida pela cabeça de Mr. Hyde, este não é encontrado.

Essa época coincide com um Dr. Jekyll mais presente na vida dos amigos, após um longo período de ausência, voltando a organizar jantares e a participar de eventos para caridade, parecendo que tudo está a voltar ao normal.

Contudo, passado algum tempo Dr. Jekyll volta a isolar-se no seu laboratório, gerando grande preocupação nos seus amigos até que um dos seus empregados aparece em desespero na casa do Sr. Utterson e pede a sua ajuda. Ele acredita que seu patrão foi assassinado e que agora Mr. Hyde se esconde na casa.

Será?

Não vou contar mais da história uma vez que o livro é curtinho, está escrito numa linguagem bem acessível e se lê num instante.


Narrado com traços de novela policial – incluindo um crime, um grande mistério e alguém que os tenta desvendar – os capítulos encaixam-se perfeitamente, de modo que todos os elementos da narrativa se esclarecem no desenlace da história.

A atmosfera de suspense é bem trabalhada, sentindo-se o tempo todo a escuridão por trás da história.

A temática é pesada, mas o autor aborda um tema essencialmente humano: o bem e o mal que, inevitavelmente, convivem dentro de cada um de nós.

E foi isto!

Conheciam a história? Ficaram com curiosidade para ler?
Se já leram o livro, não hesitem em deixar a vossa opinião nos comentários!

Espero que tenham gostado do post!
Um grande Beijinho e até à próxima!


Não se esqueçam de acompanhar o blog nas Redes Sociais

Para ficarem a par das minhas leituras não se esqueçam de me acompanhar também no
Goodreads 

Onde adquirir 'Dr. Jekyll e Mr. Hyde'?  Ver aqui ou aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixa o teu comentário! Vou gostar de saber a tua opinião! ❤